domingo, 6 de novembro de 2011

EU QUERO, EU POSSO, EU CONSIGO!

Devemos falar ou mentalizar várias vezes ao dia essas tres palavras milagrosas; fazendo isso,  verão coisas maravilhosas acontecerem.

NÃO FIQUE TRISTE


       Não fique  triste , quando você abrir a janela e não  vislumbrar o sol brilhando; pois em algum lugar ele estará brilhando e estará brilhando principalmente em nossos corações.
     Não fique triste quando houver algum fato desagradável em sua vida, o dia de amanhã certamente será melhor.Não fique triste quando se encontrar numa encruzilhada, Deus lhe indicará o caminho certo. Não fique triste porque por mais difícil que seja o seu problema sempre haverá uma solução. Não fique triste se não puder caminhar com suas próprias pernas, use a cadeira de rodas. Não fique triste se sentir dores no corpo todo, sempre poderá ouvir falar, se locomover, enfim VIVER.
       Existe uma parábola que diz o seguinte: Um homem andava na areia a passos largos,e só havia pegadas de uma pessoa; então o homem disse:
    - Deus, onde o senhor estava quando precisei do senhor? Deus respondeu:
    - Meu filho,  eu estava junto a ti o tempo todo, e se só existe uma pegada é porque  quando precisaste de mim eu o carreguei no colo. 
     Esta parábola é um exemplo simplificado do que ocorre na vida.
     Deus está presente em nossos corações sempre. Nunca se esqueça destas palavras

sexta-feira, 1 de julho de 2011

A MORTE NÃO É O FIM.


Autoria: Elisabeth
Ilustração: Roberto


A MORTE NÃO É O FIM. É O RECOMEÇO!
A morte é apenas um estado; como a água passa do estado líquido para o gasoso, nós passamos da vida para a morte. É como se megulhasemos para um sono mais profundo.
Muitas pessoas têm medo da morte; ou por não saber como é lá do outro lado ou apenas por não querer se separar das pessoas queridas.
A vida é apenas um apego, a morte, quando encarada de frente, é bela.
A morte para alguns é um cessar do sofrimento. Muitos indivíduos passam pela vida e já estão mortos antes de chegar ao derradeiro momento. A vida é apego, a morte é a libertação.
Os familiares das pessoas que partiram se desesperam.  As vezes o doente está sofrendo e só espera que chegue o tão esperado fim.
Os católicos vislumbram um mundo muito diferente do nosso mundo fenomênico, um mundo tão maravilhoso quanto o nosso. Os católicos crêem num mundo onde não existe sofrimento. Já os espíritas crêem na reencarnação por várias vezes até atingir a perfeição. Porém, todos são unânimes em dizer que quando morremos, enxergamos uma Luz que nos encaminha a Deus.
A morte não é o fim do caminho, apenas o começo de uma vida diferente; é o reinício de um caminhar eterno.
Muitas pessoas depois da morte do ente querido, procuram o espiritismo para se comunicar com a pessoa querida. Isto é um conforto para esta pessoa que perdeu este seu familiar. São mensagens lindas cheias de amor. São palavras que exprimem esperança para esta pessoa que está tão desesperada.
A morte é uma jornada eterna, sem pedras e sem espinhos. Realmente a morte é a Luz. A vida é apenas uma passagem, enquanto esperamos a eternidade.

terça-feira, 21 de junho de 2011

PRECONCEITO


     O que é preconceito?
     A própria etimologia da palavra diz: PRÉ – CONCEITO: “é um juízo preconcebido, manifestado geralmente na forma de uma atitude discriminatória perante pessoas, lugares ou tradições considerados diferentes ou "estranhos".(Wikipédia)
     Nós sempre estamos fazendo um preconceito de alguma coisa.
     Desde a origem da vida existe o preconceito.
     Cristo foi uma das vítimas deste mesmo preconceito. Primeiro por ser judeu e depois por  pregar o amor.
     Vamos vindo mais perto do nosso século.
     Antigamente não se ouvia falar em “bullyng”, esta palavra em português quer dizer preconceito.  Havia nas escolas brigas entre alunos e agressão aos professores.
     Os professores, por sua vez, castigavam os alunos com palmatória, colocava-os de castigo ajoelhados sobre milhos, e os pais toleravam este castigo.
     Os alunos atacam os professores e até matam. Os pais dos alunos também praticam o “bullyng” por não tolerarem  que o professor castigue seus filhos.
     Com os judeus na religião acontece a mesma coisa. Os judeus foram perseguidos desde os tempos mais remotos, haja visto que Jesus foi torturado até a morte por esse motivo. Até hoje ainda existe um preconceito, ainda que camuflado.
     E quanto aos homossexuais?
     O preconceito aos homossexuais é enorme. Recentemente, foi aprovada a lei na qual o homossexual pode ter uma união estável. Em outros países o homossexual já pode casar, entretanto os homofóbicos não aceitam esta união.
       E quanto as raças?
          Hitler mandou exterminar quase 6 milhões de judeus. Foi um extermínio monstruoso. Crianças, idosos, ninguém escapou a esta mortandade. O pecado deles era unicamente ser judeus e não pertencerem a “raça pura” como os alemães se auto- consideravam.
     Os indígenas sempre foram perseguidos, desde os tempos mais remotos. Eles estavam no Brasil antes mesmo dos portugueses, entretanto foram expulsos do seu território, e hoje moram numa pequena extensão de terra e lutam para não perde-la.
     E quanto aos negros? Foi um estigma pela vida afora.
     Os negros escravos sofreram até 1888 quando a princesa Isabel, filha de D.Pedro I, aboliu a escravatura.
     Negros, brancos, vermelhos, amarelos, qual a diferença? Todos somos filhos de Deus, e é assim que devemos nos ver.
     Uns são mais gordos, outros mais magros, uns mais feios, outros mais bonitos, uns com algum defeito físico, outros perfeitos. Temos os deficientes visuais, os deficientes auditivos, o paraplégico e as pessoas especiais. Muitas dessas pessoas especiais se sobressaem na música, na literatura, ciência e outras atividades.
     Parece que o que Deus tirou em defeito físico deu em Dom.
     Para concluir, não importa o credo, a raça, a condição física ou econômica, todos somos irmãos e portanto devemos nos amar e respeitar mutuamente.

--------------------------------------------------------------------------------
                                          SÓ PARA ILUSTRAR:

Em 14 de novembro de 1960, Ruby Bridges, uma menina de seis anos de idade, foi levada à escola em Nova Orleans, EUA, por uma escolta de policiais federais.
A menininha foi pesadamente insultada e ameaçada de morte por uma multidão enfurecida. Ela assistiu às aulas sozinha (as demais crianças foram mantidas em casa pelos pais). E na volta para casa foi apedrejada. Seu crime: Ruby Bridges era negra!

-------------------------------------------------------

             Mais uma cena triste do preconceito americano contra negros:


                       -------------------------------------------------------------------------

Um branco racista da KKK (Ku Klux Klan ) sendo socorrido por médicos e enfermeiros NEGROS logo depois de ser baleado!

    

                  ----------------------------------------------------------------------





quinta-feira, 19 de maio de 2011

AS MÃOS


Primeiramente comecemos com as religiões, que desempenham um aspecto importante neste artigo sobre as mãos.
     Na vida as mãos nos completam.
     Na “Seicho-no-iê” a mão esquerda (polo positivo)  e a mão direita (polo negativo) forma-se uma corrente biomagnética.
     No “Jurei”, os orientadores com as mãos justapostas curam as pessoas necessitadas.
     Com as mãos nós nos despedimos de alguém que parte.
     Quando nascemos, são as mãos abençoadas dos médicos que nos retiram do ventre materno.
     Ao morrer nossas mãos são cruzadas em nosso peito.
     Na formatura, recebemos recebemos nosso diploma com as mãos; na velhice a bengala se segura com as mãos.
     Com as mãos cerramos os olhos do ente querido.
     Com as mãos enxugamos uma lágrima,  pintamos, escrevemos e fazemos esculturas.
     Com as mesmas mãos oramos.
     Quando casamos, é com as mãos que assinamos o registro com nossos nomes.
     Com as mãos colhemos uma linda flor ou um saboroso fruto.
     Com as mãos acariciamos um animalzinho ou uma pessoa querida.
     Com as mãos temos um gesto de revolta ou de amor.
     E finalmente fomos abençoados com as mãos de Cristo.
     Conclusão: As mãos curam, e as mãos destroem. 

quinta-feira, 7 de abril de 2011

OUTONO

Autoria: Elisabeth
Ilustração: Roberto

É a estação mais linda do ano. Acontece quando as folhas amarelam e caem. Caem como os pássaros caem do ninho, quando ainda são filhotes.
Assim acontece com o idoso, que no outono da vida era como estas folhas que outrora eram verdes, mas que amarelam e caem depois de dar alegria e vida a muitas pessoas.
O outono é a estação em que os namorados passeiam à sombra das árvores que outrora foram tão senhoriais e agora estão tão murchas, assim como acontece no Central Park no filme “Outono em Nova York” com o ator Richard Gere. Como é belo o outono em Nova York !
O mesmo acontece com os idosos. Eles que já foram esbeltos, cheio de vitalidade, no outono da vida, já não são tão esbeltos assim.
Eles que permaneciam de pé imponentes, já estão alquebrados com cicatrizes marcados pela existência
Portanto, meus jovens, não sejam como as árvores que no outono murcham as flores e as folhas caem, e sim sejam como aqueles, que já perderam o viço e brilho mas que ainda permanecem em pé.

segunda-feira, 7 de março de 2011

FILHOS

Esta poesia, de sua autoria, Beth declamou no dia do aniversário surpresa do Rogerio. (6-3-11)

Filhos, vocês são o canto de uma cotovia, ou o rugido ensurdecedor de um leão?
Filhos, vocês são o orvalho da manhã, ou o frio de uma noite de inverno?
Filhos, vocês são a lágrima que aquece, ou a dôr que dilacera?
Filhos, vocês são a flôr que desabrocha, ou a flôr que esmaece?
Filhos, vocês são o sol que ilumina, ou a chuva que prateia a terra?
Filhos, vocês são como a primavera que florece, ou o inverno que enregela?
Filhos, vocês são a estrela que ilumina, ou a eclipse que cobre a lua?
Filhos, vocês são a seta que orienta, ou o ódio que corrói?
Filhos, vocês são a maior dádiva que uma mãe pode ter.

domingo, 6 de março de 2011

SER AVÓ

Numa de minhas noites de insônia, vem a inspiração novamente.
Minha querida neta, eis a resposta que você me pediu outro dia.
O que é ser avó?
Ser avó, é sofrer no paraíso duas vezes.
Ser avó, é ver o arco-iris depois da chuva.
Ser avó, é fazer tudo que não se fez quando se era mãe.
Ser avó, é amar, sofrer, deseducar, e educar outra vez.
Ser avó, é tentar ser mãe novamente, sem magoar seus pais.
Ser avó, é ser boa, é ser careta, antiga e moderna, tudo ao mesmo tempo.
Como é difícil ouvir o coraçãozinho de um neto e compreendê-lo. É quase impossível fazê-lo entender que estão errados quando pensam que estão certos.
Como é difícil e sofrido fazer um neto compreender o mal, que às vezes estão fazendo a seus pais, que só desejam a sua felicidade, e por isso sempre perdoa toda irreverência, toda incompreensão, todo desamor.
Ser avó, é perder noites de insônia pensando nos problemas de um neto adolescente e não poder fazer nada para ajudá-lo.
Ser avó, é ir contra tudo e contra todos.
Ser avó, é nascer, viver e depois morrer sempre pensando nos seus netos queridos.
Ser avó, é sofrer pensando num neto que está distante e só. É sofrer com a saudade que dizima seu insensato coração.
Este é o desabafo de uma avó que só cometeu um erro: amá-los demais, pois ser avó é ver e não enxergar. É ouvir e não escutar. É sentir um torpor em todo corpo, toda vez que um neto tiver um problema que ela não possa solucionar.
E o famoso ciumes? Como são ciumentos quando se fala algo para um, e não fala para outro.
Meus queridos, não sofram por ciumes. Pensem que os netos são como os dedos de uma mão: embora sejam diferentes um do outro, são igualmente amados.
Estou expondo a minha alma neste desabafo.
Amar é como uma torneirinha que abre e fecha a medida em que precisamos mais ou menos desse amor.
Esta é a resposta, minha neta, para o meu coração alegre, feliz e triste ao mesmo tempo

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

MENTES BRILHANTES


             

     Vocês já ouviram falar em mentes brilhantes?
     Mentes brilhantes são aquelas que brilham enquanto seus corpos fenecem.
Quantas pessoas na história, na ciência, etc. tem esse dom?
Bethoven era surdo. Contudo compunha belíssimas sinfonias.
Aleijadinho (Antonio Francisco Lisboa) com seu corpo disforme esculpia obras de arte que perduram até hoje.
Professor Stephen W. Hawking (na foto) é um físico
que apesar de estar paralisado numa cadeira de rodas, com quase todos seus movimentos tolhidos, sua mente continua trabalhando.
Enquanto o corpo enfraquece, a mente se fortalece.
     Quando uma pessoa tem uma deficiência física o seu sexto sentido se aguça.
     Portanto, não deve se deprimir e sim pensar positivamente que ainda pode ser muito útil a seus semelhantes, pois o futuro só a Deus pertence.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

DIA A DIA DE SUA MÃE




     Meus queridos filhos: 
     Eu os amo tanto que meu coração chega a doer. 
     O meu coração só bate ao compasso dos seus. Meus olhos choram, quando os seus olhos choram. Meus lábios sorriem, quando os seus lábios sorriem. Espero ansiosa a chegada de vocês e fico entristecida com a partida. Quando está chovendo penso: Será que estão abrigados da chuva? Quando está um dia ensolarado,penso: Será que estão ao abrigo do sol tão causticante?
     Meus filhos queridos:
     Fico angustiada com seus problemas.
     Muitos dizem: - ‘Você não deve viver a vida deles! Você deve viver a sua!’ E eu retruco: Como vou viver a minha vida, se a vida deles foi e sempre será a minha?
 Obrigada por vocês existirem.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

ENVELHECER COM DIGNIDADE





       O  que é envelhecer com dignidade ?
      Envelhecer com dignidade é ter dinheiro, é ter uma profissão digna ou é apenas ter o amor de seus filhos, netos e bisnetos?
      Analisemos cada caso um a um.
      Tomemos um exemplo qualquer:
      Uma senhora que teve vários filhos e os criou com o maior amor e desvelo.
      Dedicou sua vida, até que cada fio de seus cabelos branqueassem,e ficassem  igual a  prata de um riacho límpido.
      Um belo dia, ela foi internada por seus filhos numa casa de repouso, sendo que seu único desejo era ter o carinho e atenção de seus entes queridos.
      No fim de semana ,esperava ansiosa a visita de algum deles . Às vezes aparecia um ou outro, que vinha por obrigação, para
estar em paz consigo mesmo.
Assim viveu e morreu essa pobre senhora.
     Citemos um outro caso menos dramático:
     Daquele senhor que viveu para o seu trabalho a vida inteira.
     Os filhos até que foram bons; mas este homem trabalhou durante toda sua velhice até morrer. Acabou seus dias no quarto dos fundos da casa de sua única filha. Nunca se aposentou.
     E assim, poderia enumerar vários casos.
     Pobres, ricos, sòsinhos ou não, o idoso acaba sempre solitário, mesmo quando está rodeado da família.
     Espero que o leitor tenha entendido esta mensagem que estou passando. Dificilmente o idoso chega a velhice com sua cara metade, quando então sente muita solidão e acaba caindo em depressão.
     É raro acontecer o que vou lhes relatar:
     Um casal chegou se amparando um ao outro, ele aos 85 anos e ela aos 84, cercados do amor de toda sua família. Morreram com intervalo de 3 meses um do outro. Que felicidade! Todos queríamos que nosso fim fosse semelhante a esse, mas o nosso destino só a Deus pertence.
     Até agora só falei na parte afetiva, mas não podemos esquecer que existe o lado financeiro.
     O indivíduo se prepara a vida toda para progredir na sua profissão; uns conseguem, outros não.
      Uns se formam, outros mal conseguem terminar o ensino fundamental, mas todos tem o mesmo objetivo: se firmar profissionalmente.
É uma luta renhida. Depois da faculdade, o primeiro emprego, o segundo e daí por diante, até que ele chega à aposentadoria. E aqueles que morrem sem alcançar a tão desejada aposentadoria? Que decepção!
   Para aqueles que a conseguem começa o derradeiro round. Inicialmente a burocracia. Quanta papelada! É papelada que não acaba mais! Depois que conseguimos vencer essa parte burocrática vem o vazio que o aposentado sente: dias monótonos sem alento, sem uma expectativa de vida. Se esta pessoa não tiver condições financeiras para se manter só com o benefício da aposentadoria, tem que procurar outra fonte de renda ou corre o risco de entrar em depressão.
    Em resumo, essas pessoas só precisam de três coisas: AMAR, SER AMADO E SER RECONHECIDO.
    Infelizmente muito idoso chega a seu fim sem ter conseguido alcançar esses três itens por absoluta incompreensão de seus familiares.
      Estaremos nós proporcionando, ou tivemos proporcionado uma vida digna para nossos pais? Pensem sobre isso!

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

SER MÃE


O que é ser mãe?
“Ser mãe é padecer no paraíso”  Esta frase dita por décadas, é uma realidade. Uma mãe sofre tanto e está sempre sorrindo, sempre de bem com a vida.
Conceber um filho é fácil, difícil é criá-lo com amor e carinho. Quantas mães jogam seus filhos no lixo, ou abandonam numa instituição. Isto é ser mãe?
Ser mãe é dar o carinho necessário para o seu filho, é fazê-lo dormir à noite, é chorar ou rir junto com ele.
É passar a noite na sua cabeceira, quando ele está doente.
Abençoadas são essas mães que adotam uma criança e dão-lhes tanto amor que não se consegue distinguir o amor da mãe que concebe, do amor da mãe que adota.
Quão abnegadas são essas mães. Por vezes esquecem que estas crianças não saíram do seu ventre, mas do seu coração.
Queridas mãezinhas: Não se entristeçam por não ter tido um filho do seu ventre e pensem em quantas crianças estão à espera de um carinho, de um lar que as faça feliz.

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

FELICIDADE

Felicidade      
O que é felicidade?
É fácil definir felicidade, mas nem sempre  é fácil vivenciá-la. Felicidade é sentir-se viva. Felicidade é estar bem consigo mesma. Felicidade esta nas pequenas coisas; no gorjeio de um pássaro,no por do sol , no sorriso de criança no bom dia para um  vizinho. A felicidade independe do estado físico ou mental de um individuo. Por exemplo se não fosse assim, pessoas deficientes auditivos,deficiente  visuais, cadeirantes seriam pessoas infelizes, o que não acontece na maioria das vêzes.

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

TERAPIA DO RISO

Quando rimos todos músculos do coração, do pulmão; enfim do nosso corpo se movimentam. Quando rimos o nosso interior se alegra. Nada é mais gratificante do que o riso de uma criança,o riso de um idoso, pois  até a natureza ri num dia de sol.
Devemos  rir para dar alegria para as  pessoas que não podem fazê-lo. Na  seicho-no-ie existe o treino do riso. O Mestre  Masaharu Taniguchivários anos atrás, havia descoberto que o riso é o melhor remédio para curar doenças. Atualmente os médicos confirmam essa teoria.
Quando rimos não nos sentimos mais felizes? O que é melhor, rir ou chorar? Naturalmente que é rir . Portanto riam, riam muito, gargalhem e vocês vão ver que suas vidas irão melhorar. Nessa vida conturbada precisamos rir sempre. Experimentem!
Moral da história: Para se franzir a testa usamos 28 músculos e só 14 para sorrir. Então vamos sorrir, nem que seja por economia.

Clique em: Postagens mais antigas

domingo, 30 de janeiro de 2011

ENTÃO VAMOS RIR!

video

 
Já que falei sobre a terapia do riso, vamos rir um pouco!
Aqui vai umas piadinhas para você começar a rir:

Três filhos saíram de casa, conseguiram bons empregos e prosperaram.
Anos depois, eles se encontraram e estavam discutindo sobre os

presentes que eles conseguiram comprar para a mãe, que já era bem idosa.
O primeiro disse:
- "Eu consegui comprar uma casa enorme para nossa mãe."
O segundo disse:

- "Eu mandei para ela uma Mercedes zerinho com motorista."
O terceiro sorriu e disse:
- "Certamente meu presente foi melhor. Vocês sabem como a mamãe 

gosta da Bíblia,
mas ela está praticamente cega e não consegue mais ler. Então mandei pra 

ela um papagaio marrom raro que consegue recitar a Bíblia todinha. Foram 
12 anos de treinamento num mosteiro, por 20 monges diferentes. Eu tive de
doar US$ 100,000.00 para o mosteiro ,mas valeu a pena. Nossa mãe precisa 
apenas dizer o capítulo e versículo que o papagaio recita sem um único erro."
Tempos depois, os  filhos receberam da mãe uma carta de agradecimento

pelos presentes:
Primeiro:
- "Marlon, a casa que você comprou é muito grande. Eu moro apenas em

um quarto, mas tenho de limpar a casa todinha..."
Segundo:
- "Maycon, eu estou muito velha pra sair de casa e viajar. Eu fico em casa

o tempo todo e nunca uso o Mercedes que você me deu. E o motorista 
também é muito mal educado..."
Terceiro:
- "Querido Marvin, você  foi o único filho que teve bom senso pra saber que 

o que a sua mãe realmente gosta é de coisas simples.
Aquele franguinho estava delicioso, muito obrigada.


Um grupo de turistas estava em Northumberland visitando o 
famoso castelo de Chillingham construído a mais de 800 anos e 
que dizem ser mal assombrado, quando uma das visitantes 
disse ao guia que os acompanhava:
- É verdade mesmo que este castelo é mal assombrado ?
- Ora, isso é bobagem, respondeu o guia. Desde que trabalho
aqui, nunca vi nenhum fantasma.
- Faz tempo que o senhor trabalha aqui?
- Sim, faz exatamente 525 anos!

 
Numa escola em algum lugar no Brasil,
a professora pergunta a um aluno:
- Wandercleison, diga aí um verbo.
- Bicicreta.
- Não é bicicreta... É bicicleta! E bicicleta 

não é verbo.
Depois, perguntou ao segundo aluno:
- Helvispresli, diga aí um verbo.
- Prástico.
- Não é prástico... É plástico! E plástico 

não é verbo.
A professora, desesperada, perguntou ao 

terceiro aluno.
- Janedílson, diga aí um verbo.
- Hospedar.
- Muito bem! Agora diga uma frase com o verbo 

que você escolheu.
- Hospedar da bicicreta é de prástico! ...
 

video
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


-